Iluminação: a alma do ambiente

A concretização de um ambiente elegante depende de uma série de fatores.
Depois da escolha adequada do piso, do revestimento e da decoração, o toque final está na iluminação. Ela é a responsável por evidenciar as peculiaridades do projeto, contribuindo para um décor ainda mais harmonioso e aconchegante. 

Responsável por proporcionar a sensação de bem-estar aos moradores e pelo destaque de revestimentos, móveis e decoração, a iluminação pode ser considerada a alma de toda uma composição repleta de elementos pensados de forma estratégica para oferecer o que eles têm de melhor.

Nosso objetivo é reforçar o papel fundamental da iluminação na composição dos projetos, suas funcionalidades e características.

É por meio da iluminação que espaços simples se tornam “gourmet” ou mesmo uma grande sala de estar se transforma em um ambiente super acolhedor, pois a luz tem o poder de ajudar a delimitar espaços e caracterizá-los. Uma destas funções é realçar revestimentos idealizados em cada detalhe, que depois serão evidenciados com a ajuda da iluminação. 

Além de revelar cada particularidade, a iluminação traz mais brilho e elegância. Um revestimento sem a composição adequada de luminosidade pode ficar camuflado ou mesmo perder sua essência e sutilidade. Ideias de perspectiva e aconchego estão diretamente ligadas ao uso correto da iluminação. 

Através da iluminação temos o elemento sombra, essencial para compor a linguagem visual de um décor. As ideias de profundidade, volumetria, dilatação do espaço e o destaque dos detalhes possibilitam um contraste de cores e relevo, valorizando ainda mais pisos e revestimentos. Ela, inclusive, é capaz de transformar o resultado final de um projeto, como nas fotos a seguir de destaque do revestimento Castelatto.

O antes e o depois dos ambientes revela sofisticação e delicadeza.

A iluminação dentro de um projeto deve-se aliar a outras composições, explorando diferentes significados. O uso da luz pontual traz destaque aos detalhes e evidencia os revestimentos. A volumetria, por sua vez, também tem muito a contribuir. Quando associada à iluminação, ela é capaz de apresentar resultados surpreendentes, como a sensação de bem-estar e amplitude.

Embora muito vantajosa do ponto de vista do estilo, a funcionalidade da iluminação no ambiente também deve ser levada em consideração. Se o espaço for voltado para descontração, pequenos focos de luz podem ser suficientes. Por outro lado, se o espaço exigir a realização de tarefas mais complexas, uma iluminação baixa vai deixar a desejar. Essa dica também vale para lustres e luminárias: pois tudo depende da finalidade. Além de belo é preciso que seja funcional.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.